Imagem do post Ibuprofeno gotas: posologia, composição, indicação de uso e mais!


O ibuprofeno é anti-inflamatório e analgésico muito eficaz no tratamento de inflamações, dores de cabeça e as desagradáveis cólicas menstruais. Sua versão líquida é uma opção para quem busca alívio rápido ou deseja evitar eventuais desconfortos estomacais que a versão em comprimido pode causar. Porém, uma dúvida comum é: qual a posologia do ibuprofeno gotas? ¹

Saber quantas gotas de ibuprofeno tomar é muito importante para administrar a concentração adequada no intervalo correto, considerando fatores, como idade, peso, intensidade da dor e agravamento do processo inflamatório¹.

Sem perder isso de vista, preparamos este conteúdo para explicar a composição do ibuprofeno, as contraindicações e de quantas em quantas horas é recomendado tomar esse medicamento.

Qual é a composição do ibuprofeno?

O ibuprofeno é um fármaco pertencente à classe dos anti-inflamatórios não esteroides (AINEs). Sua composição química é C13H18O2¹.

Ele é sintetizado a partir do ácido benzoico e do fenilpropanol. Essa substância age inibindo a produção de prostaglandinas, substâncias no corpo que estão envolvidas na inflamação, dor e febre¹.

Por isso, o ibuprofeno é eficaz no alívio de dores, redução de febres e diminuição de inflamações¹.

Ibuprofeno gotas: posologia

O ibuprofeno é frequentemente recomendado para aliviar uma variedade de sintomas. No entanto, saber a correta dosagem de ibuprofeno pode ser confuso, especialmente quando se trata de gotas, uma vez que a concentração pode variar1-3.

Afinal, qual a posologia do ibuprofeno gotas?

Geralmente, a recomendação é de administrar 5 a 10 mg por quilograma de peso corporal a cada 6 a 8 horas, conforme necessário. Tendo essa dosagem como parâmetro, é necessário se atentar à concentração indicada na embalagem do produto para saber quantas gotas de ibuprofeno tomar².

Por exemplo, o Buscofem Gotas apresenta concentração de 200 mg/ml - sendo que 1 ml equivale a 10 gotas³.

Segundo a bula deste medicamento, a posologia recomendada pode variar de 10 gotas (200mg) a 40 gotas (800mg), podendo ser repetida por, no máximo, 4 vezes por dia. A dose máxima permitida por dia em adultos é de 160 gotas (3.200mg)³.

Ibuprofeno toma de quantas em quantas horas?

O ibuprofeno pode ser administrado de 6 em 6 horas ou de 8 em 8. O intervalo entre uma dose e outra depende da intensidade dos sintomas e da recomendação do médico³.

Quem não pode tomar ibuprofeno?

O ibuprofeno não é indicado para pessoas alérgicas a esse princípio ativo ou a qualquer outro componente da fórmula, como o ácido fenilpropiônico³.

Há também contraindicação desse medicamento para pessoas menores de 12 anos e para quem pesa menos de 40kg³.

Grávidas a partir do terceiro trimestre de gestação e mães que já estão amamentando devem ter cautela ao fazer uso desse medicamento - de preferência em doses baixas e apenas sob recomendação e acompanhamento médico5, 6.

Potenciais riscos que o ibuprofeno oferece durante a gestação

O ibuprofeno pode oferecer riscos em diferentes fases da gestação5, 6.

No primeiro trimestre

O uso de ibuprofeno no primeiro trimestre da gestação está associado a riscos potenciais, incluindo malformações congênitas, especialmente relacionadas ao desenvolvimento do sistema cardiovascular do feto5, 6.

Estudos sugerem uma possível ligação entre o uso precoce desse medicamento e problemas cardíacos5, 6.

Segundo trimestre

No segundo trimestre, o uso de ibuprofeno pode aumentar o risco de complicações, como a redução do líquido amniótico, que é vital para o ambiente gestacional5, 6.

Essa diminuição pode impactar o desenvolvimento do feto. Adicionalmente, o consumo de ibuprofeno nessa fase pode interferir no fechamento do ducto arterial, um importante vaso sanguíneo fetal5, 6.

Terceiro trimestre

No terceiro trimestre, a administração de ibuprofeno tende a aumentar consideravelmente as chances de fechamento prematuro do ducto arterial que citamos anteriormente. Trata-se de um canal fundamental para a circulação sanguínea no corpo do feto5, 6.

Com esse fechamento, a tendência é de que a pressão nos pulmões se eleve, comprometendo a oxigenação. Ainda, esse medicamento é capaz de influenciar negativamente o desenvolvimento renal do bebê5, 6.

Portanto, a exposição a anti-inflamatórios não esteroides (AINEs), como o ibuprofeno, nesse estágio crucial da gestação (e em qualquer outro) deve ser evitada5, 6.

Por quanto tempo devo usar o ibuprofeno?

O tratamento com ibuprofeno não deve durar mais de 7 dias consecutivos. Se, após esse período, as dores persistirem, o paciente deve consultar um profissional de saúde para avaliar a origem do desconforto e tratá-lo adequadamente².

O que fazer se administrar quantidade maior do que a indicada?

O tratamento da superdose pelo ibuprofeno é de suporte, uma vez que não existem antídotos para este fármaco. Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível³.

Os sintomas decorrentes da administração de uma dose maior que a recomendada podem incluir vertigem, movimento ocular involuntário, parada transitória da respiração, inconsciência, queda da pressão arterial e insuficiência respiratória³.

Cuidado com a interação medicamentosa

Além de saber a posologia do ibuprofeno gotas, você deve se atentar à interação medicamentosa³.

O uso de ibuprofeno - bem como de outros analgésicos e antipiréticos - deve ser evitado em conjunto os seguintes fármacos, especialmente nos casos de administração contínua³:

  • ácido acetilsalicílico;
  • paracetamol;
  • colchicina;
  • iodetos;
  • medicamentos fotossensibilizantes;
  • outros Anti-Inflamatórios Não Esteroides;
  • corticosteroides;
  • corticotrofina;
  • uroquinase;
  • antidiabéticos orais ou insulina;
  • anti-hipertensivos e diuréticos;
  • ácido valproico;
  • plicamicina;
  • ciclosporina;
  • lítio;
  • probenecida;
  • inibidores da ECA (Enzima Conversora da Angiotensina);
  • agentes anticoagulantes ou trombolíticos;
  • inibidores de agregação plaquetária;
  • hormônios tireoidianos.

Quem toma anticoncepcional pode tomar ibuprofeno?

Sim. O ibuprofeno não “corta” o efeito dos anticoncepcionais. O que esse medicamento faz é promover o alívio das dores abdominais resultantes do processo de contração do útero durante o período menstrual4.

Ibuprofeno corta o fluxo menstrual?

Não. Não existe nenhum estudo científico que comprove a relação entre o uso de ibuprofeno e a diminuição ou interrompimento do fluxo menstrual. A menstruação é um processo fisiológico natural, que consiste na descamação da parede interna do útero (endométrio). O ibuprofeno tem ação analgésica e anti-inflamatória, e não influencia esse processo4.

Ibuprofeno aumenta a pressão?

A queda e o aumento da pressão arterial estão entre os possíveis efeitos colaterais do ibuprofeno².

Agora que você já conhece a posologia do ibuprofeno gotas, saiba que você pode contar com o Buscofem para aliviar suas dores³.

Por ser líquido, o Buscofem Gotas é rapidamente absorvido pelo organismo, promovendo alívio das dores. Seu início de ação é de 15 a 30 minutos, após ingerido, com efeito de 4 a 6 horas3.​

Buscofem. Ibuprofeno. Indicações: tratamento dos sintomas de febre e dores leves e moderadas associadas a gripes e resfriados, dores de garganta, de cabeça, enxaqueca, de dente, nas costas, musculares, articulares e na região abaixo do umbigo, como cólicas menstruais. MS 1.7817.0892. Março/2023. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

Se dói nas mulheres, Buscofem®

Embalagem de Buscofem gotas.

Buscofem® Hot

Adesivo térmico

SAIBA MAIS ONDE ENCONTRAR
Embalagem de Buscofem em cápsulas Liqui-Gels™.

Buscofem® Gotas

Líquido

SAIBA MAIS ONDE ENCONTRAR