Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência. Para mais informações, acesse o nosso Aviso Externo de Privacidade.

Parece óbvio: mulheres que estão grávidas não menstruam. Entretanto, a afirmação ainda é cercada de muitos mitos. E, quando meninas que recém estão entrando na idade reprodutiva descobrem isso, conhecendo pouco sobre sexualidade, elas ficam abismadas. Sem entender muito bem o motivo, aceitam.

Pensando em todos os mitos e as dúvidas ainda existentes acerca do assunto, o post de hoje visa esclarecer de maneira bem fácil de compreender - por qual razão mulher grávida não menstrua. Ainda, vamos falar um pouquinho sobre os sangramentos que ocorrem durante a gravidez, que muitas vezes são confundidos com menstruação.

Ao longo do ciclo menstrual, graças ao aumento dos níveis dos hormônios progesterona e estrogênio, o endométrio (a parte interna do útero) desenvolve uma camada mais espessa e rica de vasos sanguíneos. Esta camada tem a função de acolher e nutrir o embrião durante a gravidez. Entretanto, se não houver a fecundação, este revestimento  se faz desnecessário. Sendo assim, sem o estímulo proporcionado pela gravidez os níveis de estrogênio e de progesterona caem, e o revestimento expandido não consegue mais se sustentar dentro do útero. Então, o organismo inicia a produção de prostaglandina, uma substância que fará o útero contrair para expulsar esta camada uterina com sangue e alguns coágulos na menstruação.

Se o óvulo foi fecundado, o corpo feminino terá um embrião para acolher e nutrir durante nove meses. Então, o organismo continua produzindo os hormônios necessários para a manutenção da gestação de forma a sustentar o bebê, e o endométrio “enriquecido” se mantém firme e forte dentro do útero. Por isso, quando a mulher está grávida, este revestimento do endométrio não é  eliminado e não há menstruação.

É muito comum mulheres relatarem a ocorrência de sangramentos durante a gravidez e inclusive confundirem estes sangramentos com menstruação. Mas, nesse caso, durante uma gestação, uma coisa não tem nada a ver com a outra. Pode ser, sim, que a mulher tenha sangramentos durante a gestação, e suas causas devem ser cuidadosamente analisadas por um médico obstetra. Em alguns casos o sangramento é pequeno e não representa risco à mãe e ao bebê. Em outros, pode significar uma anormalidade tão severa que resulte no abortamento espontâneo¹.

Por isso, é importante que mulheres grávidas estejam atentas às possíveis ocorrências de sangramentos, seja qual for o período da gestação. Sempre que acontecer, o seu médico obstetra deve ser procurado e relatado sobre.

...mulheres que estão grávidas não menstruam. Entretanto, a afirmação ainda é cercada de muitos mitos.

Referência:

1) Rios LTM, Oliveira RVB, Martins MG, et al. Anormalidades do primeiro trimestre da gravidez: ensaio iconográfico. Radiol Bras. 2010 Mar/Apr; 43(2):125-132.

ONDE COMPRAR ONLINE

Buscofem. ibuprofeno.
Indicações: tratamento dos sintomas de febre e dores leves e moderadas associadas a gripes e resfriados, dores de garganta, de cabeça, enxaqueca, de dente, nas costas, musculares, articulares e na região abaixo do umbigo, como cólicas menstruais. MS 1.7817.0892.

SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

Fev/2021.
LIQUI-GELS® é marca registrada da Catalent Brasil LTDA.

Referência Consultada: 1. Bula do produto Buscofem. 2. *Mendes GD, Mendes FD, Domingues CC, et al. Comparative bioavailability
of three ibuprofen formulations in healthy human volunteers. Int J Clin Pharmacol. 2008; 46 (6), 309 – 318.